Empresas que mudaram protocolos na pandemia investiram em saúde mental

A maior parcela (25%) das empresas que adotaram protocolos de inclusão e diversidade na pandemia optaram por treinamentos de saúde mental, segundo estudo global da consultoria Mais Diversidade que, no Brasil, tem como clientes grupo Pão de Açúcar, Itaú, Ambev, Localiza, entre outros.

Cerca de 65% das companhias entrevistadas também disseram não ter um programa estruturado de diversidade e inclusão, e recorrem apenas a ações pulverizadas no ambiente de trabalho, conforme levantamento que ouviu 293 empresas.

FOLHA DE S. PAULO