Representantes empresariais pressionam por mudanças no Marco das Startups

Onze entidades se juntaram para enviar uma carta nesta terça (16) ao relator do Marco das Startups no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), pedindo mudanças no texto do projeto de lei.

Entre as propostas, as entidades pedem ajustes na tributação do stock option, quando o empregado é remunerado por meio de ações da empresa. Também pedem equiparação tributária dos investimentos em startups com outros como os fundos imobiliários.

Segundo Vitor Magnani, presidente da ABO2O, que reúne empresas de delivery, as mudanças visam tornar as startups mais atrativas aos investidores.

Outras entidades como FecomercioSP, Abcomm (comércio eletrônico), Abstartups (empresas iniciantes de tecnologia) também assinaram o pedido.

FOLHA DE S. PAULO