Empresas de construção fecham acordo para trocar feriado antecipado

Empresas da construção civil de São Paulo assinaram acordo com trabalhadores para manter a data normal de contagem dos feriados para os profissionais de escritório que estão em home office. A medida evita o pagamento de hora extra pela antecipação do calendário de feriados definida pela prefeitura para combater a pandemia.

Em caso de demissão de algum trabalhador antes das datas normais de folga, as empresas pagam a diferença da hora extra devida pelo feriado antecipado.

O acordo, assinado entre Sinduscon-SP e Sintracon-SP, também abrange a jornada presencial de trabalhadores como administrativos de obra, produção e equipe técnica, em contingente mínimo necessário.

Outros setores que também não podem parar nos feriados, como limpeza e farmacêuticos, fizeram acordos semelhantes.

O Seac-SP (que reúne as empresas de limpeza e portaria de São Paulo) afirma que a concentração dos feriados em uma data só pressionaria demais o custo da folha de pagamento em um único mês, em um momento já delicado da economia.

FOLHA DE S. PAULO