Empresa de crédito espera alta de inadimplência em 2021

Os registros de inadimplência do birô de crédito Boa Vista caíram 3,4% em janeiro na comparação com dezembro. O indicador é elaborado a partir da quantidade de novas dívidas vencidas e não pagas informadas pelas empresas credoras.

A expectativa, porém, é que a inadimplência aumente em 2021 com o mercado de trabalho enfraquecido.

Segundo Flávio Calife, economista da Boa Vista, o recuo ainda é reflexo do auxílio emergencial e das postergações pagamentos oferecidas pelos bancos na pandemia. Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda dos registros foi de 33,4%.

FOLHA DE S. PAULO