laptop, human hands, keyboard

Com home office, benefícios para funcionários ficam mais digitais

Além de transformar a relação com o espaço de trabalho, a Covid-19 também mudou a forma de funcionários usarem seus benefícios. Depois do distanciamento social, auxílios ligados à alimentação estão mais acessíveis por delivery —e, agora, outras necessidades, como conexão à internet, começam a ganhar espaço.

No Brasil, benefícios relacionados à alimentação mostraram importância em pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva: quando perguntados sobre a possibilidade de receber R$ 100 a mais na pandemia, 60% dos entrevistados disseram que queriam que o valor estivesse relacionado à comida.

O levantamento, com trabalhadores da base da VR Benefícios, teve 2.481 entrevistas feitas de 11 de agosto a 1º de setembro de 2020.

No início das restrições, muitos brasileiros acumularam créditos no vale-refeição como reflexo do fechamento de restaurantes e do home office.

“Parecia que o vale iria morrer, mas, aos poucos, entendemos que estar em casa não significa ter tempo para cozinhar”, diz Fernando Cosenza, vice-presidente de marketing e inovação da Sodexo do Brasil.

Para acompanhar a mudança na forma desse trabalhador consumir, empresas de benefício intensificaram esforços para facilitar transações online. A Sodexo, por exemplo, que já operava com vale-refeição no Rappi e Apptite, expandiu o serviço para o iFood, Alfred e Liv Up.

Já a VR fez ação incentivando estabelecimentos —de bairro, na maioria dos casos— a aderirem ao ecommerce e passou a enviar notificações no telefone para conectar usuários de sua base aos comerciantes.

Além de benefícios alimentares, outros auxílios se destacaram na pandemia, como apoio para contratar serviços de internet ou para cuidar da saúde mental, diz Eduardo Migliano, fundador da 99jobs.

Em junho de 2020, a Sodexo lançou um cartão multibenefícios que permite funcionários acessarem carteiras digitais com usos pré-determinados —entre eles o de home office, utilizado para despesas de internet, por exemplo.

VENCEDORES NA CATEGORIA VALE-ALIMENTAÇÃO:
SODEXO
19% das menções na pesquisa Datafolha O Melhor de sãopaulo Serviços ​2021

Fundação: 1966, na França
Atuação: Presente em 67 países
Funcionários: 470 mil no mundo
Faturamento: Não divulga
Crescimento: Não divulga
Ações sociais: Apoia o Instituto Stop Hunger Brasil, que atua contra a fome e a má nutrição ​

VR
17% das menções na pesquisa Datafolha O Melhor de sãopaulo Serviços ​2021

Fundação: 1977
Atuação: Em todos os estados
Funcionários: 493
Faturamento: R$ 7 bilhões por ano
Crescimento: R$ 1 bilhão por ano
Ações sociais: Tem um programa social que engloba diferentes iniciativas pelo país, entre elas doações para a Cufa (Central Única das Favelas)

FOLHA DE S. PAULO