blur, hanger, clothing

Shoppings e lojas projetam 60 mil demissões nas próximas semanas

As empresas donas dos grandes shopping centers de São Paulo acabam de revisar para cima a projeção de demissões por causa da pandemia. Até a semana passada, a estimativa era cortar 55 mil vagas entre funcionários dos lojistas e dos próprios shoppings, segundo levantamento da Abrasce (associação do setor). Agora começam a falar em 60 mil postos nas próximas semanas. Segundo a entidade, dos 601 shoppings no país, 236 estão fechados e 365, funcionando com restrições.​

A Abrasce publicou nesta quinta (15), em conjunto com outras 20 entidades de comércio, serviços e sindicais, um novo manifesto pedindo a reabertura do comércio com protocolos sanitários.​

FOLHA DE S. PAULO