Legislativo assume o papel de interlocutor em meio à crise

A má gestão do governo federal no combate à pandemia de covid-19, que ultrapassou ontem a trágica marca de três mil mortes diárias, abriu espaço para que os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), assumissem maior liderança no enfrentamento da crise. Empresários e banqueiros se reuniram, na segunda-feira, com os chefes das Casas em busca de interlocução para discutir ações do setor privado no combate à pandemia.

A leitura atual é que o presidente Bolsonaro prioriza a reeleição em vez da saúde. Para Luiz Carlos Trabuco Cappi, é preciso haver “pacificação” para enfrentar a pandemia. “A crise da saúde está explicitada. Agora, se trata de uma crise humanitária”, disse o presidente do conselho de administração do Bradesco, que participou de duas reuniões com os parlamentares. O primeiro encontro ocorreu na casa de Claudio Lottenberg, do conselho do Albert Einstein, e a segunda, na residência do empresário Washington Cinel, da empresa de segurança Gocil, onde Lira e Pacheco foram cobrados por mais ações. Também compareceram ao segundo jantar os banqueiros André Esteves e José Olympio Pereira e o empresário João Carlos Camargo, entre outros. Abilio Diniz e Flávio Rocha participaram por vídeo.

O empresariado se comprometeu a aumentar o número de leitos hospitalares, mas cobrou alinhamento entre os Poderes. “O Congresso vai ser o protagonista desse movimento”, afirmou um empresário. Segundo os parlamentares, pautas econômicas, por ora, ficam em segundo plano. “O quadro é de muita dificuldade”, disse Lira, após defender parceria entre Executivo, Legislativo e a iniciativa privada. O deputado propôs criar projetos de incentivo fiscal para que hospitais privados invistam em leitos para o SUS e para permitir a importação de ventiladores pulmonares usados e outros insumos. Parte dos empresários pediu, ainda, flexibilização da lei que permite a compra de vacinas pelo setor privado para imunizar seus funcionários.

VALOR ECONÔMICO