Aumento do PIB em 2021 será por efeito estatístico

A recuperação da economia em 2021, pelo aumento do consumo ou dos investimentos, é observada com cautela por analistas. O cenário é repleto de incertezas na saúde, no mercado de trabalho e nas contas públicas. Projeções para o PIB acima de 3% podem parecer fortes em um país que cresceu pouco acima de 1% nos anos pré-pandemia, porém, descontada a herança estatística de 2020, sobra pouco espaço para um avanço efetivo em 2021. A A.C. Pastore & Associados prevê uma expansão de 4,5% neste ano, mas estima que 2020 deixará 4,1% de carregamento estatístico – ou seja, se o PIB ficar estacionado no nível do fim do ano passado, já crescerá 4,1%.

VALOR ECONÔMICO