A ‘vacina’ das grandes empresas foi pegar bilhões com o governo e guardar (Ancelmo Gois)

Um estudo da Fipe que saiu ontem tem um número, digamos, estarrecedor sobre a situação financeira das maiores empresas do país no ano passado. Nos nove primeiros meses de 2020, as grandes companhias brasileiras aumentaram sua dívida em R$ 254 bilhões. Endividaram-se bastante, sobretudo pegando dinheiro oficial do governo, como forma de socorro para o período de pandemia.

O problema é que, segundo o economista José Roberto Afonso, as empresas recolheram esses bilhões e sentaram em cima da fortuna. A decisão foi guardar para alguma “eventualidade”, tanto é que, até setembro passado, elas acumularam R$ 172 bilhões em caixa.

Para ele…

A conclusão é que elas se “vacinaram” com esta grana porque não confiam no governo, nos bancos e nas outras empresas. “Quando têm medo de tudo e de todos, juntam dinheiro e ficam com ele em caixa”. E sem investimento, o desemprego seguirá em alta e a crise social cada vez mais grave, aponta Zé Roberto.

O GLOBO