software developer, web developer, programmer-6521720.jpg

Setor de tecnologia lidera vagas mais difíceis de serem preenchidas; veja lista

G1

DevOps Engineer é o cargo mais difícil de ser preenchido, segundo levantamento do Indeed.

Por Marta Cavallini

Apesar do desemprego alto no país, empresas principalmente do setor de tecnologia estão com dificuldade para preencher vagas em alguns cargos específicos.

O Indeed compilou dados da plataforma de empregos que mostram as posições mais difíceis de serem preenchidas no Brasil, tendo como base as oportunidades abertas por mais de 60 dias de janeiro a março.

Embora as vagas de emprego possam ser abertas por mais de 60 dias por várias razões, o Indeed usa essa medida como dificuldade de contratação.

Entre as 15 vagas mais difíceis de preencher, 11 são de TI.

De acordo com os dados do Indeed, o cargo mais difícil de preencher é o de Development Operations Engineer (o chamado DevOps Engineer), em que 59% das vagas ficam abertas por mais de 60 dias na plataforma. Engenheiro de software, desenvolvedor java e desenvovledor back-end também figuram na lista, com 49%, 46% e 45% de vagas não preenchidas, respectivamente.

Veja abaixo os cargos mais difíceis de preencher e a porcentagem de vagas abertas por 60 dias ou mais:

  1. development operations engineer (DevOps Engineer): 59%
  2. engenheiro de software: 49%
  3. atendente de restaurante: 46%
  4. desenvolvedor android: 46%
  5. desenvolvedor java: 46%
  6. desenvolvedor back-end: 45%
  7. desenvolvedor php: 40%
  8. desenvolvedor .net: 38%
  9. desenvolvedor front-end: 38%
  10. instalador: 38%
  11. engenheiro sênior: 38%
  12. arquiteto de aplicações: 37%
  13. analista de desenvolvimento sistemas: 37%
  14. consultor sap: 37%
  15. auditor: 37%

De acordo com Felipe Calbucci, diretor de vendas do Indeed do Brasil, a transformação digital acelerada pela pandemia fez com que as vagas no setor de TI aumentassem no mundo inteiro e, além da falta de profissionais qualificados, as empresas também precisam trabalhar para reter os talentos que conseguem recrutar.

“Estamos vendo muitas empresas com dificuldades em preencher vagas de TI, principalmente desenvolvedores. O mercado está realmente com uma alta demanda no setor de tecnologia e parece não haver a mesma oferta de profissionais qualificados. Por outro lado, os profissionais que são qualificados têm a possibilidade de escolher onde querem trabalhar, o que acende um alerta para as empresas sobre a importância de reter talentos”, afirma.

Embora as vagas em tecnologia dominem a maior parte da lista do Indeed, é possível encontrar outra posição específica onde a porcentagem de vagas abertas por 60 dias ou mais também é alta, que é a de atendente de restaurante, com 46%.

Isso mostra que com a retomada das atividades, as empresas do setor estão com dificuldade para recrutar mão de obra.

https://g1.globo.com/trabalho-e-carreira/noticia/2022/05/13/setor-de-tecnologia-lidera-vagas-mais-dificeis-de-serem-preenchidas-veja-lista.ghtml