city, bridge, drawbridge-3836765.jpg

São Paulo lidera criação de vagas formais no ano; veja cidades que mais abriram e fecharam postos até maio

Entre as 50 cidades que mais criaram vagas até maio, 20 são capitais, incluindo as 10 primeiras posições.

Por Marta Cavallini, g1

Apesar de ter gerado 277 mil empregos com carteira assinada em maio deste ano, no acumulado do ano, as 1,05 milhão de vagas formais criadas representam queda de quase 10% em relação ao mesmo período do ano passado (1,16 milhão).

E a cidade de São Paulo liderou – com folga – o ranking das cidades que mais criaram postos de trabalho entre janeiro e maio. A liderança não surpreende, já que a cidade é a mais populosa do país.

Mas a distância para o Rio de Janeiro, segundo colocado, foi grande: a capital paulista gerou 101.161 vagas, enquanto a capital fluminense criou 39.831 vagas.

Entre as 50 cidades que mais criaram vagas até maio, 20 são capitais, incluindo as 10 primeiras posições.

A “não capital” mais bem posicionada na lista é Campinas (SP), em 11º lugar, na frente de outra capital, Porto Alegre.

O estado de São Paulo tem o maior número de cidades: 17. Os demais municípios, fora as capitais, estão em Minas Gerais, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

Na outra ponta, Parauapebas, no Pará, liderou o fechamento de postos formais, com 3.823 vagas a menos. Entre as 50 cidades que mais perderam vagas, 35 estão no Nordeste e as demais no Sul, Sudeste e Norte. Entre as 10 que mais fecharam vagas, 3 são de Pernambuco e 3 são de Alagoas.

Veja abaixo as 50 cidades que mais criaram – e as que mais fecharam – postos de trabalho formais de janeiro a maio.

https://g1.globo.com/trabalho-e-carreira/noticia/2022/06/29/sao-paulo-lidera-criacao-de-vagas-formais-no-ano-veja-cidades-que-mais-abriram-e-fecharam-postos-ate-maio.ghtml