housebuilding, handyman, construction site-3102324.jpg

Indicador de serviços sobe em outubro

Valor Econômico – 05/11/2021 –

A atividade do setor de serviços no Brasil continuou a crescer em outubro, puxada por novos negócios e aumento no número de empregos, mas as empresas apontam um forte aumento de custos, o segundo maior da série histórica da pesquisa do Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), da IHS Markit. Como consequência, os preços dos serviços também subiram para os consumidores.

O PMI do setor subiu para 54,9 em outubro, de 54,6 em setembro. Leituras acima de 50 implicam expansão de atividade.

O aumento na atividade dos serviços é creditado ao avanço na vacinação contra a covid-19 no país.

O indicador de novos negócios cresceu pelo sexto mês consecutivo, a despeito dos preços cobrados, diz a Markit. As empresas apontaram aumento substancial de custos com eletricidade, alimentação, combustíveis, itens de higiene e proteção pessoal. Há o temor de que a alta de preços mais a queda do poder de compra causada pela inflação restrinja a demanda nos próximos meses. Parte das empresas se mostrou preocupada com as incertezas com o processo eleitoral em 2022. Com isso, o indicador de confiança nos negócios caiu em outubro.

A Markit também informou que o PMI Composto do setor privado brasileiro caiu para 53,4 em outubro, de 54,7 em setembro, puxado pelo recuo do indicador da indústria, de 54,4 para 51,7 no período.