Confiança do Comércio sobe 11,7% em julho e volta à zona de otimismo, diz CNC

Os comerciantes brasileiros voltaram a ficar otimistas em julho, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) registrou um salto de 11,7% em relação a junho, para o patamar de 107,8 pontos, retornando assim à zona de satisfação, o que não acontecia desde março.

O resultado sucede o avanço de 12,2% registrado no mês anterior, que interrompeu uma sequência de seis meses seguidos de quedas. Na comparação com julho de 2020, o crescimento no indicador de confiança foi de 55,6%.

Segundo a CNC, o avanço da vacinação da população contra a covid-19 permite perspectivas de um segundo semestre melhor para o ambiente de negócios. A renovação de programas de governo como o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) também podem ter contribuído para a melhora.

Na passagem de junho para julho, houve melhora nas avaliações sobre as condições atuais (alta de 29,2%), mas também nas expectativas para os próximos meses (+5,6%) e nas intenções de investimentos (+8,5%).

O ESTADO DE S. PAULO