the summer time changeover, time change, alarm clock-2175397.jpg

CNI: Eleições dificultam aprovação de reformas, mas continuamos a trabalhar pela tributária em 2022

Valor Econômico – 16/12/2021 –

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, disse nessa quarta-feira (15) que a aproximação do período eleitoral deve dificultar a aprovação de reformas, mas que a entidade continuará trabalhando pela aprovação da reforma tributária em 2022.

“O Congresso tem demonstrado uma aptidão para aprovação de reformas, talvez pressionado pela pandemia, pelo desemprego, pela situação das empresas”, afirmou ele, durante divulgação das projeções da entidade para a economia neste e no próximo ano.

Andrade também se disse contrário à concessão de reajustes para servidores. “Aumentar a remuneração de determinados setores, achamos que não é o momento. Sabemos que começa com um setor e depois vem outro e outro. E acaba não tendo o cenário de contenção de gastos”, observou. O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem pressionado por aumentos ao funcionalismo.

A CNI evitou dizer qual o peso que as eleições presidenciais podem ter sobre a expectativa de crescimento para 2022. Sobre o câmbio, o gerente executivo de economia da entidade, Mário Sergio Telles, disse ainda não ver nenhum candidato que possa trazer mais estresse às cotações no próximo ano.