• Evento Manaus
  • Banner Reforma Tributária
  • app do sindeprestem
  • BOLETOS ON-LINE
  • 1º Fórum “O futuro do trabalho e o impacto das novas leis no Brasil”
  • Novidade na assessoria jurídica do Sindeprestem
  • CONCESSIONÁRIAS DE SERVIÇOS PÚBLICOS  PODEM TERCEIRIZAR MÃO DE OBRA
  • coffee news mudou para melhor
  • sindeprestem 2018
  • CONTRIBUIÇÃO PATRONAL 2018
  • FENASERHTT E SINDEPRESTEM comemoram mudança na cobrança de PIS e COFINS no Trabalho Temporário
  • Contratação de empresa de Trabalho Temporário gera crédito de PIS E COFINS - Posicionamento Receita Federal
  • REFORMA TRABALHISTA – LEI N. 13.467/17 - Com a Reforma Trabalhista em vigor, atenção para estas orientações
  • 2910x450 Banner Bombeiro Civil Cartilha Sindeprestem

02/08/2017 | FENASERHTT diz ser contra MP da Reforma Trabalhista em Audiência com Ministro Ronaldo Nogueira

Lideranças do setor de serviços estiveram em Brasília na tarde de ontem (1º de agosto)

O ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira recebeu na tarde de 1º de agosto em seu gabinete em Brasília, além da Fenaserhtt, representantes da Cebrasse, do Seac-SP e do Sindeepres. Preocupado com o acordo firmado entre o Palácio do Planalto e os senadores, que prevê Medida Provisória alterando pontos da reforma trabalhista sancionada recentemente, o grupo apresentou o posicionamento de cada entidade ao ministro.

Vander Morales, presidente da Fenaserhtt e do Sindeprestem, disse que o setor de Serviços tem receio das mudanças que poderão ocorrer: “Não queremos que haja qualquer retrocesso no que foi aprovado. O mercado absorveu rápido e muito bem as propostas de modernização e já começa a reagir. A MP não pode pôr fim ao otimismo que está surgindo”.

 Nogueira aconselhou os empresários a desconsiderar textos recebidos como versão parcial da Medida Provisória, pois se referem apenas a propostas enviadas por diversos setores. O ministro lembrou ainda o compromisso do presidente Michel Temer de garantir a sobrevivência dos sindicatos. “Os setores não serão surpreendidos com uma proposta que vai desconfigurar o texto aprovado pelo Congresso”.

Participaram da reunião: o jornalista e consultor político Gaudêncio Torquato; o vice-presidente da Cebrasse, Ermínio Lima Neto; o assessor especial do Sindeepres, Amâncio Baker; a consultora jurídica Zilmara Alencar e o presidente do Sindeepres, Genival Beserra Leite.

Com informações de Carla Passos, assessoria de imprensa do dep. federal Laércio Oliveira.

 

Fatos e Notícias

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02