• SINDEPRESTEM e FENASERHTT recebem amigos e parceiros em Almoço de Confraternização
  • FENASERHTT E SINDEPRESTEM comemoram mudança na cobrança de PIS e COFINS no Trabalho Temporário
  • Contratação de empresa de Trabalho Temporário gera crédito de PIS E COFINS - Posicionamento Receita Federal
  • REFORMA TRABALHISTA – LEI N. 13.467/17 - Com a Reforma Trabalhista em vigor, atenção para estas orientações
  • Jornal Fenaserhtt
  • Sindeprestem patrocina 37º FÓRUM GERH
  • BRASIL RETOMA POTENCIAL DE INVESTIMENTO COM NOVAS LEIS TRABALHISTAS
  • SETOR DE SERVIÇOS ALERTA CASA CIVIL E MINISTÉRIO DO TRABALHO  PARA INTERFERÊNCIAS NA REFORMA TRABALHISTA
  • FENASERHTT diz ser contra MP da Reforma Trabalhista em Audiência com Ministro Ronaldo Nogueira
  • comunicado_vander
  • fórum cebrasse
  • Wec50anos
  • DECISÃO FAVORÁVEL : FENASERHTT CONSEGUE EXCLUSÃO DO ISS DA BASE DE CÁLCULO DE PIS/COFINS
  • 2910x450 Banner Bombeiro Civil Cartilha Sindeprestem
  • Sindeprestem Institucional
  • Benefício Social Familiar
  • 26anos Novo

26/05/2017 | 49% dos pequenos empreendedores brasileiros têm ensino superior - O Estado de S.Paulo

Se por um lado, a crise obrigou os profissionais a se reinventarem, por outro, mostra qualificação elevada entre os pequenos empreendedores no Brasil. Metade deles (49%) têm ensino superior completo. Destes, 18% possuem pós-graduação ou doutorado, conforme pesquisa da empresa sueca de pagamentos móveis iZettle. Além disso, 17% têm formação técnica. A maioria consultada pelo instituto Qualibest, que fez 831 entrevistas presenciais e online, é do sexo masculino (62%) e 59% possuem entre 25 e 44 anos. Com uma melhor formação, o potencial de sobrevivência dos negócios também aumenta.

 

Pequenos e fortes

Os Microempreendedores Individuais (MEI), que já são mais de 6,5 milhões, têm sido o motor do empreendedorismo no Brasil atual: 50% dos entrevistados têm faturamento até R$ 60 mil por ano, teto da categoria MEI. Dentre eles, 21% faturam menos de R$ 15 mil e 12% entre R$ 15 e R$ 30 mil.

 

Comodidade

A maioria dos entrevistados pela iZettle (53%) aceita pagamentos com cartão. O que motiva o uso do meio de pagamento, conforme a pesquisa, levando em conta a metodologia de múltipla escolha, é a importância de oferecer mais opções para os clientes, apontada por 61% deles, seguida por praticidade (53%) e segurança (43%). O volume de vendas perdidas foi mencionado por 31% dos entrevistados.

Coffee News

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02