• WORKSHOP E-SOCIAL
  • Diretoria executiva propõe agenda de encontros presenciais com filiados e associados
  • app do sindeprestem
  • BOLETOS ON-LINE
  • 1º Fórum “O futuro do trabalho e o impacto das novas leis no Brasil”
  • Novidade na assessoria jurídica do Sindeprestem
  • CONCESSIONÁRIAS DE SERVIÇOS PÚBLICOS  PODEM TERCEIRIZAR MÃO DE OBRA
  • coffee news mudou para melhor
  • sindeprestem 2018
  • CONTRIBUIÇÃO PATRONAL 2018
  • FENASERHTT E SINDEPRESTEM comemoram mudança na cobrança de PIS e COFINS no Trabalho Temporário
  • Contratação de empresa de Trabalho Temporário gera crédito de PIS E COFINS - Posicionamento Receita Federal
  • REFORMA TRABALHISTA – LEI N. 13.467/17 - Com a Reforma Trabalhista em vigor, atenção para estas orientações
  • DECISÃO FAVORÁVEL : FENASERHTT CONSEGUE EXCLUSÃO DO ISS DA BASE DE CÁLCULO DE PIS/COFINS
  • 2910x450 Banner Bombeiro Civil Cartilha Sindeprestem
  • Sindeprestem Institucional

09/03/2018 | Produção industrial cresce em 11 dos 15 locais pesquisados em janeiro, diz IBGE - O Estado de S.Paulo

A produção industrial registrou expansão em 11 dos 15 locais pesquisados em janeiro na comparação com igual mês de 2017. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No total nacional, o crescimento foi de 5,7%.

As altas mais intensas ocorreram no Amazonas (32,7%), Pará (14,1%) e Santa Catarina (10,9%), impulsionados, principalmente, pelos setores de bebidas e equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos, no primeiro local; indústrias extrativas, no segundo; e metalurgia, produtos alimentícios, produtos têxteis, produtos de metal e confecção de artigos de vestuário e acessórios, no terceiro.

Os demais avanços foram em São Paulo (7,5%), Rio Grande do Sul (6,6%), Bahia (5,6%), Rio de Janeiro (5,1%), Ceará (4,9%), Minas Gerais (4,0%), Goiás (3,0%) e Região Nordeste (0,4%).

Na direção contrária, o Espírito Santo (-7,8%) teve o maior recuo em janeiro de 2018, puxado pelos setores de metalurgia, indústrias extrativas e produtos de minerais não metálicos. Os outros resultados negativos foram registrados em Pernambuco (-2,4%), Paraná (-1,8%) e Mato Grosso (-0,4%).

Virada do ano. Na passagem de dezembro para janeiro, a produção industrial recuou em oito dos 14 locais pesquisados. 

As principais perdas ocorreram no Paraná (-4,5%), Rio Grande do Sul (-3,5%), e São Paulo (-3,3%). Os demais recuos foram no Ceará (-2,2%), Rio de Janeiro (-2,1%), Região Nordeste (-1,1%), Espírito Santo (-0,9%) e Santa Catarina (-0,1%).

Houve avanços no Pará (7,3%), Amazonas (7,1%), Goiás (2,4%); Pernambuco (1,5%); Minas Gerais (1,4%) e Bahia (0,9%).

Coffee News

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02