• Banner eSocial - Fatos e Notícias
  • Evento Manaus
  • Banner Propostas
  • app do sindeprestem
  • BOLETOS ON-LINE
  • coffee news mudou para melhor
  • sindeprestem 2018
  • CONTRIBUIÇÃO PATRONAL 2018
  • Palavra do presidente

21/02/2018 | PTB diverge sobre nome para substituir Cristiane no Trabalho – Folha de S.Paulo

Com a desistência de Cristiane Brasil, o PTB iniciou uma disputa interna pela indicação de um nome para comandar o Ministério do Trabalho.

 

 

O presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, tem defendido a nomeação do atual secretário-executivo Helton Yomura, mas ele encontra resistência junto aos deputados do partido.

A bancada federal tem reivindicado que um parlamentar assuma a pasta e tem pregado o nome de Jorge Corte Leal (PE), que foi presidente da Fiepe (Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco), entidade patronal.

Em dezembro, após a saída de Ronaldo Nogueira do comando da pasta, o nome de Yomura chegou a ser sugerido por Jefferson, mas o líder da legenda, Jovair Arantes (PTB-GO), foi contra e a indicação não foi adiante.

A reunião do partido para definir um nome deve ser realizada nesta quarta-feira (21) em Brasília. A ideia é que Jefferson leve o indicado ao presidente no mesmo dia.

DESISTÊNCIA

Nesta terça-feira (20), o PTB anunciou a desistência da indicação de Cristiane Brasil. Em conversa com a Folha, Jefferson disse que conversará com Temer sobre a indicação de outro nome da legenda para a pasta.

Segundo ele, a sua filha seguirá como deputada federal. A informação de que o partido indicará outro nome foi antecipada pelo Painel.

"O caminho será conversado com o presidente. A ministra Cármen Lúcia não votará antes do segundo semestre. Vamos andar, caminhar para frente", disse Jefferson.

O presidente trava há quase dois meses uma guerra jurídica com o Poder Judiciário pela nomeação de Cristiane Brasil. Ela foi impedida de assumir pela primeira instância federal por condenações na área trabalhista.

A suspensão foi mantida pela segunda instância e, posteriormente, pela presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, que revogou decisão do ministro Humberto Martins, do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Coffee News

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02